SACI: O controlador de temperatura inteligente

Se você faz cerveja há algum tempo, com certeza já deve ter passado por alguma dessas situações: Lembrou de subir ou descer a temperatura de fermentação às 3:00 da manhã Ficou curioso para ver a temperatura da fermentação no trabalho Ficou bolado porque tua viagem do trabalho vai cair bem na data de fazer cold crash É por essas e outras que eu resolvi criar o SACI, o Seu Amigo Cervejeiro Inteligente.

SACI 16.08 – Integração com thingspeak

Pessoal, Um update rapidão!! Uma prévia de como vai ficar a integração com a plataforma thingspeak.com. Em breve será possível acompanhar a temperatura remotamente, e utilizar os dados de fermentações armazenadas para ajustes e otimizações do seu sistema de fermentação. Veja o vídeo e diga o que achou nos comentários.

Como usar seu manômetro na produção de cerveja artesanal

Se você faz cerveja há algum tempo, é bem provável que você já tenha feito refermentação na garrafa. E se você faz refermentação na garrafa, é bem provável que já tenha utilizado um manômetro. A questão é, você está utilizando ele da forma correta? 9 entre 10 cervejeiros iniciantes não sabem como utilizar o manômetro corretamente e acabam adotando valores errados e valores errados geram processos falhos. Felizmente, esse artigo tem a intenção de ‘desvendar’ e incentivar o seu bom uso, o que é bem fácil, pra ser sincero.

Controlador de temperatura com interface web para cervejeiros artesanais

Você conhece o SACI, o controlador de temperatura da equipe brassar.com.br? Pois é, nós fazemos cerveja e também fazemos alguns de nossos equipamentos, e o SACI foi o primeiro a ser preparado para comercialização (estamos trabalhando nos próximos… ) Essa caixinha é produzida artesanalmente na nossa mini-oficina e funciona de maneira similar aos modelos comerciais de 2 canais, porém, ele vem com a parte elétrica 100% instalada e com uma interface WEB extremamente simples e fácil de configurar, em menos de 10 minutos após abrir a caixa você consegue deixar a unidade funcional.

Avaliação do fermento Bio4 Trappist Ale (SY065)

A empresa curitibana Bio4 descreve a sua levedura “Trappist Ale” como sendo uma “levedura isolada de cervejarias trapistas, essa levedura produz notas de frutas e condimento. Essa é uma cepa excelente para cervejas com gravidade inicial elevada.” Possui floculação média-baixa, atenuação entre 75 e 80% e uma tolerância alcoolócia de 11%, o que é de se esperar de uma cepa belga. Recentemente tive a chance de utilizar essa cepa em uma Belgian Ale e vou descrever aqui as impressões que eu obtive ao utilizá-la, algumas métricas e minha opnião pessoal sobre ela.

Como fazer cerveja em casa – Sugestão de equipamentos

Esta é a segunda parte da nossa série “Como fazer cerveja em casa”. A primeira parte pode ser lida aqui: Como fazer cerveja em casa – Introdução aos processos Com frequência alguém me pergunta qual é o melhor equipamento para começar a fazer cerveja e qual o tamanho (em litros) ideal para começar, e eu sempre dou a mesma resposta: “Comece com Brew In A Bag (BIAB) e procure alcançar algo entre 10 e 15 litros de cerveja envasada.

Como fazer cerveja em casa – Introdução aos processos

Essa é a primeira parte da nossa série “Como fazer cerveja em casa”. Para ler a segunda parte, clique no link abaixo: Como fazer cerveja em casa – Sugestão de equipamentos Provavelmente você ouviu dizer por aí que fazer cerveja artesanal em casa é complicado, difícil, que exige um milhão de equipamentos, que é caro, que precisa fazer curso especializado, não é mesmo? Embora elaborar uma receita campeã exija treino, persistência e experiência, fazer cerveja artesanal não é difícil e nem exige um equipamento de milhares de reais.